MATERIAL EDUCATIVO | TUDO O QUE NÃO INVENTO É FALSO (2016)

Galeria Homero Massena, Vitória/ES

Texto: Conrado Leal

Projeto aprovado no Edital 15/2015 da Secult/ES, desenvolvido com recursos do FUNCULTURA

 

DESENHO HÍBRIDO

Na série de desenhos de Rick são recorrentes combinações entre decalques (relevos) e monocromias de grafites secos. Esses decalques são resultados da quebra das fibras do papel, criados a partir da fricção de canetas esferográficas no verso que, posteriormente, são integrados aos desenhos criados no anverso – a face convencional do suporte.   

 

Instruções

  1. Com caneta esferográfica, risque o verso do papel fazendo movimentos de sua escolha;

  2. No anverso, desenhe, recorte, cole, pinte, borde, escreva, etc., criando um diálogo entre as duas faces do papel.

 

Sugestão de atividade em sala de aula

Após a apresentação das estratégias da oficina, propor à turma que após riscarem o verso, façam trocas para combinar os anversos. Criando, assim, uma oficina coletiva.

Materiais sugeridos

Grafites, canetas esferográficas, lápis de cor, giz de cera, carvão, papel carbono, tintas, nanquim, papel sulfite, cola, agulhas, linhas, tesoura e recortes.
 



CASINHA DE PAPEL


Gaston Bachelard, em seu livro A Poética do Espaço faz um estudo fenomenológico sobre a imagem da casa, conferindo-lhe significações além de sua existência material.

“Pois a casa é o nosso canto do mundo. Ela é, como se diz frequentemente, nosso primeiro universo. [...] Até a mais modesta habitação, vista intimamente, é bela.” (BACHELARD, p. 200)

“[...] é graças à casa que um grande número de nossas lembranças estão guardadas e se a casa se complica um pouco, se tem porão e sótão, cantos e corredores, nossas lembranças têm refúgio cada vez mais bem caracterizados. Voltamos a eles durante toda a vida em nossos devaneios.” (BACHELARD, p. 200)

 

Instruções

  1. Recorte a figura de acordo com as linhas do contorno;

  2. Desenhe, pinte, cole ou descreva memórias de sua casa da infância. Exemplos: lembranças do quintal; de um canto da casa, móvel, corredor, parede, porão ou sótão; ou uma memória inventada; uma fantasia; etc.;

  3. Dobre a figura nas linhas pontilhadas, vinque e cole as partes indicadas.

LINK PARA O CADERNO E MATERIAL EDUCATIVO